TEMEROSO MENTE – NÃO HÁ ROMBO NA PREVIDÊNCIA

Estudos mostram que não há déficit na Previdência Social. Esse é mais um argumento falacioso do governo usurpador nessa maratona de golpes contra a classe trabalhadora. Técnicos da Associação Nacional de Auditores Fiscais da Receita Federal sustentam que a Seguridade Social é superavitária. E provam que em 2015, quando o governo diz que houve um déficit de 166 bilhões, houve na verdade um superávit de 16 bilhões. 

ENTÃO, PARA ONDE ESTÁ INDO O DINHEIRO DOS TRABALHADORES? Os recursos estão sendo desviados para finalidades não previstas na legislação que criou a Previdência Social, como por exemplo, para pagar os juros da dívida, e para financiar grandes empreendimentos, ou seja, para capitalizar os grandes empresários.
Esses desvio para megaempreendimentos começou lá pela década de 50/60, com a construção de Brasília, seguiu com a nunca concluída Transamazônica, Ponte Rio-Niterói, Itaipú, Usinas Atômicas de Angra dos Reis e outros. Era uma espécie de empréstimo que o governo nunca restituiu à Previdência.
O maior absurdo é que muitas dessas empresas beneficiadas ilegalmente com os recursos dos trabalhadores estão também na lista dos maiores sonegadores da Previdência sem que o governo tome qualquer atitude para cobrar esse débito. Absurdo.
E QUEM VAI PAGAR O PATO É VOCÊ, TRABALHADOR?
A classe operária não pode se omitir.O processo de reforma avança no Congresso Nacional e o governo quer acelerar a votação para atender os interesses das empresas. Vamos pra luta contra a reforma da Previdência.

 

Fonte: 

;