Mais um coletivo queimado em Salvador

Na tarde de hoje a população soteropolitana voltou a viver o pânico e o medo causado pela nova modalidade de terrorismo aplicada pela criminalidade, a queima de ônibus.
Dessa vez o vandalismo aconteceu em Base Naval, com o veículo da empresa Plataforma, que fazia a linha Base Naval – São Tomé de Paripe – Lapa.
Com esse, só em 2017,já somam 12 coletivos queimados do sistema integra. Um prejuízo para os empresários; população, que ficará com menos um equipamento para uso; e trabalhadores, que estarão sujeitos a perderem os seus empregos, já que a sua ferramenta de trabalho deixa de existir.
Conclamamos as autoridades para que olhem com atenção para essa modalidade criminosa que tem trazido medo e tensão a rodoviários e passageiros.
 

;