SINDICATO CONVOCA UNIDADE DOS RODOVIÁRIOS PARA CAMPANHA SALARIAL 2017

Conjuntura econômica e política adversa e as ameaças de desemprego representadas pelos novos modais de transporte pontuaram os pronunciamentos de trabalhadores e líderes sindicais no Seminário de Planejamento da Campanha Salarial 2017, realizada pelo Sindicato dos Rodoviários da Bahia nesta quinta-feira (16/03). “Esse é o desafio que vamos responder com a unidade de toda categoria”, destacou o presidente da entidade Hélio Ferreira.
O sindicalista e vereador conclamou a categoria a iniciar “a partir de hoje” os debates com os trabalhadores da base nas garagens e terminais. “Vamos fazer a discussão sobre a campanha salarial, mas também sobre as reformas previdenciária e trabalhista que retiram direitos e subtraem conquistas históricas dos trabalhadores brasileiros”.
Com um discurso contundente, o diretor J. Carlos alertou a categoria para o impacto dos novos modais, reforçando a necessidade de união entre todas as correntes. “O metrô vai tirar mais de 2 mil companheiros do sistema. Com a VLT no subúrbio e o BRT vamos perder mais vagas. É hora de deixar as divergências de lado e buscar a unidade na campanha”.
Além dos rodoviários urbanos, intermunicipais e de fretamento, este ano os trabalhadores do transporte complementar também aderem à campanha salarial conjunta. Centrais sindicais, sindicatos do interior e outras categorias participaram do seminário e manifestaram apoio à campanha dos rodoviários baianos.
Técnico do DIEESE, Gustavo Palmeira traçou um panorama da crise econômica mundial, passando pela crise fiscal e política no país, a desaceleração da economia, queda no PIB e a expectativa de crescimento zero na melhor das hipóteses em 2017. O cenário pouco favorável a campanha salarial ampliou o debate sobre a necessidade de planejamento e unidade na campanha.
Na segunda parte do Seminário, a direção do Sindicato levantou pontos da pauta de reivindicações que serão levados para discussão e aprovação dos trabalhadores em assembleia marcada para o dia 23. A pauta será entregue ao sindicato patronal até o dia 30, dando início oficialmente à campanha salarial da categoria que tem data-base em 1º de maio.

A imagem pode conter: 8 pessoas, pessoas sentadas e multidão

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas em pé e área interna

A imagem pode conter: 5 pessoas, pessoas no palco

 

#juntossomosmaisfortes
#campanhasalarial2017

;