Depois de quase quatro horas de reunião, a avaliação dos trabalhadores é de algum avanço.

PLR Já

Depois de quase quatro horas de reunião entre rodoviários e empresários do transporte, intermediada pela Superintendência Regional do Trabalho e Emprego SRTE, na manhã desta terça-feira (3), a avaliação dos trabalhadores é de algum avanço. 

Os empresários já admitem pagar a PLR em 2015, mas insistem em adotar metas como base. Os rodoviários entendem que não há mais possibilidade de estabelecer metas para este ano. “A ideia é o pagamento de um abono em 2015 e pensar em metas para 2016”, esclarece o presidente da entidade Hélio Ferreira.

Com o impasse, foi marcada outra reunião para o dia 10 entre rodoviários e empresários na tentativa de chegar a um consenso, e no dia 13 novamente na SRTE para avaliar as propostas.

;