MEDO E TENSÃO NOS TRANSPORTES

Está nas manchetes dos blogs de hoje “Mais um assalto a ônibus termina em morte”, confirmando as estatísticas da própria Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP), que apontam o crescimento no número de assaltos em Salvador. 
Até junho foram 1.310 assaltos, uma média de 216 assaltos por mês. Os dados são alarmantes para qualquer cidadão, imagine para os rodoviários que estão, diariamente, frente a frente com essa situação.

Os marginais entraram no ônibus da BTM no ponto de Mussurunga, Avenida Paralela, e logo anunciaram o assalto. O que não esperavam era a reação de um passageiro. No ponto seguinte tombaram mortos. A cena, no meio da manhã, chocou a todos. 

Assim que fomos informados, diretores do Sindicato se dirigiram ao local para dar apoio aos rodoviários do buzu, embora eles estejam hoje em outro Sindicato, o Sidimetro. É sempre um trauma para a categoria e esse clima de tensão atinge em cheio a saúde do rodoviário. Mais uma vez apelamos às autoridades para que reforcem as medidas de combate à violência no transporte público.

Sabemos que medidas efetivas não se limitam à área da segurança pública e o nosso Sindicato tem contribuído com a SSP sugerindo medidas. Tivemos várias reuniões com o secretário Maurício Barbosa, o comandante da PM e delegado geral da Polícia Civil e todas as nossas sugestões foram anotadas.

;