Secretário anuncia suspensão de vacinação de profissionais de saúde e muda estratégia para idosos em Salvador

O secretário de Saúde de Salvador, Léo Prates, anunciou nesta terça-feira (9), a suspensão da vacinação nos profissionais de saúde e o adiamento da campanha de imunização para idosos com menos de 85 anos, que começaria na quinta-feira (11). A ideia inicial da prefeitura era a suspensão de todo o serviço na capital.

"Amanhã [quarta-feira] vacinaremos as pessoas com apenas 87 anos; na quinta, pessoas com 86; e na sexta, pessoas com 85 anos. E vamos acompanhar o desenrolar do envio de doses", disse o secretário de saúde, Léo Prates.

Atualmente, Salvador dispõe de 8 mil doses pois aguarda mais imunizantes serem enviados pelo governo federal. De acordo com o secretário municipal de Saúde, para vacinar os idosos a partir de 80 anos, que estavam previstos no calendário desta semana, seriam necessárias mais 20 mil doses. Léo Prates estima que as 8 mil doses disponíveis conseguem dar conta na conclusão da vacinação dos idosos acima de 85 anos.

Durante uma entrevista coletiva, Léo Prates contou que a suspensão da vacinação nos profissionais de saúde vai durar até a chegada de novas doses. Já a mudança na estratégia de imunização dos idosos foi feita após a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) receber a notícia que o governo estadual cedeu mais de oito mil doses, que serão entregues ainda nesta terça.

"O secretário Fábio Vilas Boas e o governador Rui Costa estão nos enviando 8 mil doses para que Salvador não suspenda a vacinação amanhã para os idosos. Fazemos um apelo para que o governo federal encaminhe nova remessa de doses para nosso Estado para que possamos seguir com a estratégia na cidade”, disse Prates.

As doses estarão disponíveis nos drive-thrus do 5º Centro de Saúde, nos Barris; Atakadão, em Fazenda Coutos; Parque de Exposições, na Paralela, e na Arena Fonte Nova. As salas de vacina do 5ª Centro, USF Plataforma, USF Cajazeiras X e CSU Pernambués também atenderão os idosos. Todos os postos funcionarão das 08 às 17 horas em todos os pontos de imunização. Durante a coletiva, o secretário de saúde pediu mais doses da vacina ao governo federal. Léo Prates também afirmou que o Ministério Público tem amplo acesso a lista de vacinados para evitar fraudes.

Na manhã desta terça, Léo Prates anunciou em uma rede social, que em menos de um mês, mais de 100 mil pessoas foram vacinadas em Salvador. Desde o dia 19 de janeiro, foram encaminhadas 108.980 doses para Salvador. Desse total, 74.140 foram doses da CoronaVac e outros 34.840 do imunizante da Oxford. Até então, mais de 106 mil pessoas receberam a primeira dose na capital – 85,6 mil trabalhadores da saúde, mais de 1,4 mil pessoas que residem em Instituições de Longa Permanência e cerca de 19 mil idosos acima de 80 anos.

Fonte: G1 Bahia

Foto: Reprodução / Redes Sociais

;