Sindicato e PM debatem ações para coibir crimes contra rodoviários na madrugada

Na manhã desta sexta-feira (10) a direção do Sindicato se reuniu com alguns comandantes da Polícia Militar para discitir medidas preventivas para os casos de roubos  a coletivos e assaltos a rodoviários duarante a madrugada no serviço de apanha e leva. Encaminhamos aos oficiais os principais locais onde a categoria tem se queixado de ações criminosas ao longo das madrugadas.

O presidente em exercício, Fabio Primo, reconheceu o esforço da Polícia Militar em combater práticas delituosas no sistema de transporte, mas solicitou um olhar especial nas áreas citadas pelo Sindicato.

O Coronel Lopes, que dirigiu a reunião, destacou a atuação das operações Visibilidade e Amanhecer Seguro, que junto com a operação Gêmeos, estão se empenhando para coibir assaltos nos coletivos e contra os rodoviários que estão expostos durante o apanha e leva.

O Coronel também chamou atenção para a importância do registro do boletim de ocorrência pela categoria. Segundo ele, a ausência do registro criminal inviabiliza ações da Polícia Militar pelo desconhecimento das práticas criminosas em determinadas localidades.

A reunião foi encerrada com o debate sobre os efeitos da audiência de custódia nos números de reincidência em assaltos a coletivos de Salvador.

Quem Transporta Vidas Merece Respeito e Segurança.

Juntos Somos Mais Fortes

;