ALERTA, COMPANHEIROS Em defesa das liberdades

Companheiros. 

Veio da Cia – central de inteligência do governo americano – a notícia publicada na imprensa de todo o mundo, na semana passada: o general Geisel autorizou o assassinato sumário de presos políticos. Geisel presidiu o país entre 1969 e 1974 com mão de ferro, período registrado como dos mais devastadores para os movimentos que lutavam pelas liberdades no país.

O documento relata que 104 presos políticos “foram sumariamente executados” nesse período citado, nos porões da tortura. Além de ser um documento que revela o massacre perpetrado pelos militares no país, é um alerta aos brasileiros.
Estamos em ano eleitoral e a categoria rodoviária deve ficar alerta para candidatos que se colocam como salvadores da Pátria e pregam intervenção militar. Quem viveu os anos de chumbo da Ditadura Militar sabe muito bem o clima de terror e repressão implantado no país. 

Foram mais de duas décadas de retrocessos na organização da sociedade e no desenvolvimento do país.

#DitaduraNuncaMais 
#LULALIVRE
#ResistirÉoDesafio

;