Bahia comete erros e perde mais uma fora de casa

Um gol sofrido em cada tempo, o ataque passando em branco mais uma vez e a defesa falhando. Definitivamente , as atuações do Bahia fora de casa não chegam nem perto das que o time faz em Salvador. A consequência disso foi mais uma derrota, dessa vez para o Sport, na Ilha do Retiro, por 2x0, neste domingo (6). Diferentemente da estreia, quando foi um visitante cordial na derrota para o Internacional por 2x0, o Bahia até mostrou uma postura mais agressiva nos primeiros minutos, no Recife.

Controlando bem o jogo, criou duas boas oportunidades, a primeira na cabeçada de Elton, após bom cruzamento de Léo, que Ernando afastou. Em seguida, Élber fez boa jogada individual e serviu Edigar Junio, que chutou cruzado, nas mãos de Mailson. O Sport respondeu em chutes de fora da área com Marlone e Fellipe Bastos, que Douglas defendeu sem susto. 

No final da primeira etapa, Élber fez grande jogada individual e tocou para Zé Rafael dominar e finalizar mal, por cima do gol rubro-negro. Quando o placar do primeiro tempo parecia definido, veio o castigo, para azar dos tricolor. Aos 44 minutos, Marlone cruzou, o zagueiro Everson cortou mal, a bola explodiu na trave e voltou em cima de Douglas, que ao tentar cortar com a mão direita, colocou para o fundo do gol.

Apesar da queda de rendimento da equipe, Guto optou por não fazer nenhuma modificação na volta do intervalo e acabou punido logo aos três minutos. Após cobrança de escanteio, Claudio Winck pegou a sobra de primeira e acertou o ângulo de Douglas. A bola ainda bateu na trave antes de entrar.

O segundo gol sofrido fez o técnico tricolor promover duas substituições de vez. Vinícius deu lugar a Régis e Zé Rafael saiu para a entrada de Ítalo, que fez sua estreia com a camisa do Bahia. As  mudanças surtiram certo efeito, com a equipe passando a ter maior volume de jogo. 

Aos 18 minutos, Elber cruzou da direita e Régis pegou de primeira, mas acertou a trave de Mailson. O problema é que quando parecia conseguir equilibrar o jogo, o tricolor ficou com um jogador a menos. A estreia de Ítalo durou apenas 11 minutos. Aos 25 ele recebeu amarelo após deixar o braço em disputa pelo alto e três minutos depois, deu um carrinho imprudente e acabou expulso. 

Em Bragantino x Vitória este ano, pela Copa do Brasil, ele também recebeu cartão vermelho, mas ficou ainda menos tempo em campo. Só cinco minutos. O Sport teve grande chance de ampliar em chute de fora da área de Everton Fellipe que Douglas espalmou. Fellipe Bastos pegou a sobra e finalizou para outra defesa do goleiro tricolor, que salvou o que seria o terceiro gol do Sport. 

 

Fonte: Correio24horas

;