Contran determina mudança de placas de veículos; medida custará R$ 200 a motoristas

 As placas de veículos de todo o Brasil deverão ser trocadas para se adequar ao padrão Mercosul até 31 de dezembro de 2022.

A determinação foi aprovada pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran), em reunião na última terça-feira (6). A troca custará de R$ 120 a R$ 200 para o proprietários do veículo. Pela resolução, as placas devem conter identificação de estados e municípios. O item contraria a consulta realizada pelo próprio Denatran ao Ministério das Cidades, quando o chefe da assessoria, Nicola Speranza, disse que a resolução do bloco econômico não prevê o uso de brasões de estados e municípios.

De acordo com o Blog do Vicente, no Correio Braziliense, técnicos envolvidos no processo admitem que a medida tem cunho arrecadatório, já que o órgão deve arrecadar entre R$ 11,4 bilhões e R$ 18,9 bilhões com a troca das placas, além da demanda garantida com a transferência de veículos de um estado a outro. O atual sistema de três letras e quatro números possui vida útil de dez anos.

A placa Mercosul usa três números e quatro letras, com tira holográfica do lado esquerdo e um código bidimensional com a informação do fabricante, data de fabricçaão e número serial da placa. A resolução do Mercosul de 2014 estabeleceu que carros, motos ou caminhões emplacados ou transferidos a partir de 2016 deveria contar com a nova identificação. A unidade criaria um sistema de consultas compartilhado entre os membros do bloco para combater roubos de veículos, tráfico de pessoas e de drogas.

 

Fonte: Bahia Notícias

;