TJD-BA nega pedido de paralisação do Baianão

O presidente do Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol Baiano (TJD-BA), Hélio Menezes, negou, nesta quinta-feira, 1º, a liminar que pedia a suspensão das próximas duas rodadas da primeira fase do Campeonato Baiano, que acontecem neste domingo e na próxima quarta, 7.

A liminar foi emitida pelo Procurador Geral do TJD-BA, Ruy João Ribeiro, que já havia anunciado, após a decisão do julgamento, na última terça, 27, que não aceitaria o resultado. Ruy João alega que o estadual não pode continuar sem antes haver a definição do resultado final do julgamento, uma vez que tanto a Procuradoria, quanto a dupla Bahia e Vitória, já anunciaram que irão recorrer, e o caso será levado ao tribunal do Pleno.

A decisão do presidente Hélio Menezes cita o calendário apertado do futebol nacional como razão para negar a liminar: “Há de ser considerado que o calendário esportivo no Brasil é apertado, não havendo possibilidade de utilização de muitas datas para a realização das partidas de futebol, havendo um período máximo em que deve ser concluído o campeonato estadual, conforme estipulação da entidade máxima do futebol nacional, a CBF”, declarou.

Rodada mantida

Agora, com a decisão do presidente do TJD-BA, o Campeonato Baiano seguirá seu calendário pré-definido normalmente. Isso enquanto não ocorre a segunda instância do julgamento. Dessa forma, o Bahia enfrentará o vice-líder Juazeirense, fora de casa, às 17h do domingo. Já o Vitória recebe no Barradão o Jacobina, no mesmo dia, mas um pouco mais cedo, às 16h.

 

Fonte: A Tarde

;