Defender Lula, é defender a democracia

O Brasil democrático, que não compactua com a perseguição e a injusta condenação sem provas do presidente Luiz Inácio LULA da Silva, acompanha com expectativa e indignação o julgamento que será realizado nesta quarta-feira (24), em Porto Alegre (RS). 
No processo, consta que Lula seria o dono do tríplex do Guarujá. O mesmo triplex que a Justiça do Distrito Federal acaba de penhorar para pagar dívidas da OAS, a verdadeira dona do apartamento. 
A penhora pela Justiça é um atestado óbvio de que o imóvel não pertence a Lula e esse julgamento é mais uma farsa montada pela República de Curitiba para afastar o ex-presidente da corrida eleitoral deste ano.
O povo, que não aceita esse governo ilegítimo, rejeitado por 97% da população brasileira, quer de volta o Brasil da justiça social, dos investimentos em educação e em moradia, o Brasil das cotas, do Mais Médicos que leva o atendimento para os rincões mais distantes, o Brasil dos investimentos na agricultura familiar e na distribuição de renda. 
O Brasil que não aceita os cortes de direitos dos trabalhadores, a ameaça a aposentadoria, a venda do pré-sal e o dilapidação do patrimônio da nação, está de pé em defesa da democracia.

;